sábado, 9 de março de 2013

COMUNIDADE BARROS PRETO REALIZA REUNIÃO SOBRE O CONSUMO DA ÁGUA DISTRIBUIDA PARA A POPULAÇÃO

Na comunidade de Barros Preto moradores em geral estiveram se reunindo na noite ontem na escola municipal Santa Marta da localidade; para uma reunião de debate sobre o consumo da água recebida em suas residências no dia-a-dia.  Para este momento o responsável e representante da CAERN municipal Francisco Givaldo Figueiredo esteve presente trazendo como tema para o seu discurso o CUSTO DA ÁGUA EM BARROS PRETO. Na primeira parte da reunião realizada para um total de 120 pessoas no auditório do colégio, as falas iniciais foram realizadas pelo secretário de obras do município e presidente da Associação Ivanilson Feliciano de Lima que esteve repassando as informações de mudança no abastecimento de água já para dá inicio nesta segunda-feira (11/03) com algumas alterações.
Em sua fala o secretário ressaltou que devido o racionamento do consumo de água e ao uso desnecessário da água que chega às residências, a partir desta semana cada família estará recebendo tão somente o equivalente a 200 litros de água por dia, onde os horários controlados pelo abastecimento dos dois  chafariz localizados na comunidade de Barros Preto será de 04:00 às 10:30 da manhã e se havendo a necessidade de 13:30 às 16:30 horas da tarde. Ivanilson explicou ainda que não haverá tumulto, pois cada pessoa deverá cumprir rigorosamente os critérios estabelecidos para que possamos está ciente da dificuldade enfrentada pela falta de água em nosso município. Ainda durante a discursão outra proposta que será realizada nas novas mudanças no abastecimento de água na comunidade já para a próxima semana é de que o atendimento de distribuição da água funcionará somente de segundas aos sábados sendo que no domingo os chafarizes ficarão fechados.
Hoje a água que é beneficiada para um total de 300 famílias sendo distribuídos por dia 48 mil litros, passará a ter um racionamento onde não só a comunidade mais como também a cidade de Lajes Pintadas irá se beneficiar já que por sua vez falta água em diversas ruas.
No dialogo do representante da CAERN, o mesmo apenas ressaltou que o consumo referente ao gasto da água na comunidade passará a ser responsabilidade da prefeitura municipal onde todo o consumo será a mesma que estará pagando. Givaldo ressaltou que hoje a medida necessária para controlar os desgastes da água será de consumir menos e levar para as residências tão somente o suficiente para o uso do dia para que no futuro não venhamos a ficar sem água para beber, já que os reservatórios estão baixando devido a estiagem prolongada em todo o estado.
O representante trouxe ainda como exemplo, a comunidade sitio granja onde os moradores em geral estão já a quase 4 meses sem chegar água na localidade sendo necessário o desligamento da água para que os  moradores não venha a pagar pelo aquilo que não estão consumindo.
Na manifestação dos moradores presente na reunião à moradora Rozélia Moreira apresentou a ideia de um cadastro por famílias onde fiscalizem todos os dias o recebimento da água através de um controle de fichas quando são muitas pessoas que levam água para suas casas além do permitido; em outras palavras o agricultor rural o Sr. José Severo apenas disse: “ O que falta em nossa comunidade é o controle básico de como pegar a água para levar as nossas casas, sendo a conscientização dos responsáveis a parte que fiscaliza a entrega da mesma todos os dias, já que por sua vez são eles que são autorizados no trabalho.
Finalizando a reunião que durou quase 2 horas de muito dialogo e proposta por parte também da população presente, o  encerramento ficou acordado que entra em vigor as novas normas para o recebimento de água já nesta semana.