sexta-feira, 26 de outubro de 2012

CRAS DE LAJES PINTADAS PROMOVE COM SUCESSO DIA DE ALERTA AO CÂNCER DE MAMA

  Mais uma vez, o Centro de Referência da Assistência Social de nosso município foi destaque no interesse ao quer se refere à saúde pública de nossa população. Em seus brilhantes trabalhos voltados para a saúde, à coordenadora Luciana Rodrigues juntamente com toda a sua equipe de trabalho entre psicóloga e assistente social entre outros, proporcionaram uma tarde de conhecimentos no dia nacional de combate ao Câncer de mama com o tema Outubro Rosa.
O evento foi realizado no lado exterior da sede do CRAS, onde compareceu um público de 102 pessoas para ouvir atentamente a cada discurso promovido tanto pela ação social, como profissionais de saúde de nosso município.  Na abertura do evento a assistente social Dagda Sara aproveitou a oportunidade para agradecer a todos pelo convite recebido desejando uma ótima tarde de muitas realizações com sucesso de conhecidos proveitosos.
Em seguida foi à vez de o debate ser promovido pelo jovem Pablo Renoir Fernandes de Souza (farmacêutico – bioquímico e conselheiro municipal de saúde)  levar seu debate no tema registrado ressaltando a importância em experiência no quer se refere aos cuidados no tratamento a prevenção do câncer de mama.  No dialogo repassado a população convidada o palestrante ressaltou ainda quer dentre 6 cidades com maior número de população entre 100% das mulheres existentes 22% morrem por falta do tratamento ou do conhecimento na busca da cura pela doença.  Disse ainda; O melhor meio para se diagnosticar o câncer de mama é a mamografia, que é capaz de detectar o tumor antes mesmo que ele se torne palpável. Quando o diagnóstico é feito dessa forma, ainda no início da formação do tumor, as chances de cura se tornam muito maiores, descartando a necessidade de retirada da mama para o tratamento. Apesar de ser um método eficaz, a mamografia não descarta o auto-exame e o exame feito pelo ginecologista ou mastologista, já que alguns nódulos, apesar de palpáveis, não são detectados pela mamografia.
 O dialogo ainda foi distribuído pela enfermeira Juliana quer em sua fala mencionou a compressão da mama sendo um  requisito essencial para o sucesso do exame, portanto, deve-se evitar o período anterior ao da menstruação, quando as mamas ficam um pouco doloridas, o que causará um certo incômodo na hora do exame. Recomenda-se que ele seja feito aproximadamente uma semana após o período menstrual. O título preventivo, esse exame deverá ser feito anualmente a partir dos 50 anos, ou, se houver casos na família, desde os 40 anos de idade. O exame não é prejudicial à saúde, sendo que a radiação recebida é pouco maior do que a de uma radiografia dos pulmões.
Ainda na fala do conselheiro de saúde, Pablo encerrou dizendo a todos (a) presente quer mesmo quando não é diagnostico a doença na família, é de suma importância ressaltar o alerta nos posto em unidade de saúde municipal ou nos programas dentro das cidades quer oferecem assistência direta aos programas de saúde familiar ou ainda está procurando orientação em palestra ou pelos profissionais em saúde publica.
A tarde oferecida foi promovida pelo público de mulheres com experiência no câncer de mama ou ainda pelos professores municipais, secretária municipal de saúde Solange Maria Cabral, Equipe PPS (projeto de promoção à saúde) Secretária de ação social Claudjane Gomes e equipe, profissionais em saúde para a família e o publico presente. O encerramento foi realizado com a entrega de brindes onde foram feitas os agradecimentos finais com mais um evento sendo realizado com sucesso.