sábado, 24 de setembro de 2011

Luciano Huck tira a Musa do Brasileirão de Natal


                                                                                                        A jornalista Eliana Lima destacou em seu blog que a equipe do Caldeirão do Huck arrumou as malas e zarpou. Não haverá mais gravação da Musa do Brasileirão em solo potiguar, que o apresentador Luciano Huck tanto propalou no seu programa de sábado, na Globo, repetindo por diversas vezes o “Rio Grande do Norte”. Motivo: dinheiro que a Prefeitura de Natal se recusou a investir.
O programa mandou a conta: R$ 1 milhão, para bancar 200 passagens aéreas, hospedagens, transportes e duas festas. Choro daqui, dacolá, o valor caiu para R$ 600 mil. A prefeita Micarla foi taxativa: só libera 200 mil.
Agora que o secretário municipal Tertuliano Pinheiro (Turismo) levou a conta de R$ 400 mil para o governo arcar. Imediatamente negado. Primeiro, porque o Estado não participou de qualquer articulação ou negociação. Segundo, as torneiras do erário estão em dificuldades.
E agora corre o risco do Caldeirão afundar (e já afundou). E as pousadas em Pipa, como a Toca da Coruja, vão gritar êpa para a Prefeitura de Natal, a contar que bloqueou reservas para hospedar a equipe global e não pode ficar no prejuízo por causa de compromisso não cumprido. Sem contar que a turma do Caldeirão já estava hospedada por lá.
Em tempo: o Estado do Ceará já ofereceu R$ 2 milhões para sediar a Musa do Caldeirão.